Toxoplasmose Ocular

A toxoplasmose ocular é uma doença sistêmica, que pode afetar o fundo do olho e causa inflamação intraocular, a uveíte, deixando uma cicatriz na retina. Ela se apresenta no paciente meses ou até mesmo anos depois da contração da toxoplasmose (que afeta o corpo como um todo com sintomas de febre baixa e mal estar).

Lembre-se, estas informações são apenas para conhecimento, o diagnóstico precisa ser feito por um profissional.

Causas e Sintomas

É causada por um parasita chamado Toxoplasma Gondii, que pode viver no intestino de gatos. As fezes desses felinos, se infectadas, podem contaminar água potável, frutas, verduras e carne de porco, trazendo a doença ao ser humano se ingeridos crus ou mal cozidos.

O número de pessoas que contrai a toxoplasmose é grande, principalmente no Brasil, porém apenas em poucos casos se manifesta no tipo ocular, com os seguintes sintomas: diminuição da qualidade visual, opacidade, inflamação e olho vermelho.

TRATAMENTO

Ela é identificada apenas após a realização do exame de fundo de olho que revela a cicatriz, juntamente com um exame de sangue para verificar se a pessoa já teve toxoplasmose. Após confirmada, a lesão ocular é tratada com medicamentos específicos e acompanhamento médico.

No pré-natal, o exame de sangue também é realizado, e se testar negativo a gestante precisa redobrar o cuidado, pois a contração do Toxoplasma Gondii durante a gravidez pode acarretar em infecções sérias nos olhos do bebê, e até alterações cerebrais. Se o exame testar positivo para contração do parasita, a doença poderá ser transmitida para o feto.

CONTEÚDOS RELACIONADOS