Política de Direitos e Deveres dos Pacientes

O Hospital CDOP, visando garantir a eficiência e segurança necessárias para os seus pacientes e a fim de otimizar, preservar e definir processos, resolve adotar as determinações contidas na presente Política.

Direitos dos Pacientes

  • O paciente tem o direito a atendimento digno, atencioso e respeitoso, por parte de todos os profissionais de saúde, sem preconceito de raça, credo, cor, idade, sexo, diagnóstico ou qualquer outra forma de preconceito.
  • O paciente tem direito a informações claras, simples e compreensíveis, adaptadas à sua condição cultural, a respeito das ações diagnósticas e terapêuticas, a duração do tratamento, a localização da sua patologia, a necessidade de anestesia, o instrumental a ser utilizado e quais regiões do corpo serão afetadas pelos procedimentos.
  • Receber um atendimento humanizado, que priorize qualidade e segurança da sua vida.
  • Receber cuidados em um ambiente seguro e limpo.
  • Ser tratado com respeito, dignidade e empatia por toda a equipe, reservando-lhe o direito de comunicar o fato ao núcleo de Relacionamento Institucional, tendo o seu sigilo resguardado.
  • Não sofrer nenhuma forma de abuso e assédio.
  • Ter garantido o seu direito ao sigilo médico profissional. O médico só poderá revelar as informações clínicas do paciente mediante autorização expressa do mesmo ou se houver riscos à saúde de terceiros, à saúde pública ou por imposição legal. Se o paciente não tiver capacidade de avaliar e solucionar seus problemas e a não revelação de seus segredos puder acarretar danos a sua saúde, as informações serão reveladas ao seu responsável legal.
  • Ter o esclarecimento técnico e científico sobre os procedimentos a que irá ser submetido.
  • Discordar quanto à aplicação ou tratamento.
  • Receber declaração ou laudo médico para apresentação a seu empregador. A declarações serão dadas por escrito, em letra legível, assinadas, com identificação clara do nome do médico e seu número de registro no Conselho Profissional.
  • Solicitar, quando justificável, laudo e resultados de forma emergencial.
  • Nos casos de indivíduos vulneráveis que sejam tratados e protegidos adequadamente em relação a sua condição.
  • Ter acessos a seus exames laudados, mediante a solicitação, respeitando os prazos de emissão dos exames do Hospital CDOP.
  • Receber explicações em caso de eventos inesperados.
  • Ter direito ao aviso de não cobertura de benefício.
  • Ser informado de possíveis atrasos.
  • Ser comunicado acerca do motivo do cancelamento e nova data para atendimento.
  • Remarcar exames e procedimentos, por qualquer motivo que julgue necessário, comunicando com 1 semana de antecedência sobre sua decisão.
  • Ao efetuar o pagamento, receber a nota fiscal referente ao serviço prestado; a nota fiscal é a única garantia oficial da compra de um produto ou serviço.
  • Apresentar reclamação verbal ou escrita através do canal de contato da Central de Experiência de Pacientes e Parceiros (41) 3221-3600.

Deveres dos pacientes

  • Manter silêncio no ambiente hospitalar.
  • Manter seus dados atualizados.
  • Comparecer para as cirurgias, portando carteira de identificação com foto, e se for o caso, a carteira do convênio e guias autorizadas, exames e laudos solicitados previamente.
  • Respeitar o horário para cirurgias, exames e procedimentos e informar antecipadamente a impossibilidade de comparecer e atrasos superiores a 15 minutos.
  • Compreender que existem preparos e termos de consentimentos que devem ser preenchidos e consentidos antes da realização de exames e/ou procedimentos.
  • Aguardar com paciência pela consulta e/ou exames, entendendo as dificuldades que pacientes de horários anteriores possam ter tido e que possam ter interferido no horário pré-estabelecido de atendimento.
  • Respeitar os direitos e tratar com o devido respeito, os demais pacientes e os profissionais do Hospital CDOP.
  • Dar informações precisas, completas e acuradas sobre o seu histórico de saúde, doenças prévias, internações, alergias, procedimentos médicos anteriores e outros problemas relacionados a saúde, ficando a seu encargo e responsabilidade as consequências de quaisquer omissões de alergias, medicações restritivas e/ou condições de saúde.
  • Certificar-se de que compreendeu as informações e orientações recebidas e fazer perguntas sempre que tiver dúvidas.
  • Seguir as instruções recomendadas pela equipe multiprofissional que o assiste, sendo responsável pelas consequências da sua recusa.
  • Zelar por sua segurança e dos demais pacientes dentro do ambiente hospitalar, comunicando a qualquer funcionário, situações que possam colocar ele ou outros em risco.
  • Aguardar o prazo para entrega de exames e laudos que poderá ser de até 7 dias úteis, conforme orientações repassadas em agendamento, podendo este ser abreviado, sempre que possível e a critério da equipe técnica do Hospital CDOP, desde que seja informada a necessidade no ato de realização.A retirada de resultados de exames, prontuário e laudo somente pode ser realizada pelo próprio paciente ou seu representante legal devidamente identificado, comprovante esta relação por um documento hábil, como certidão
    de curatela, decisão judicial, termo de guarda, obedecendo os preceitos éticos e legais sobre confidencialidade conforme o Código de Ética Médica. 
  • Honrar o seu compromisso financeiro com o Hospital CDOP, saldando, ou fazendo saldar pelo responsável financeiro, seu atendimento médico-hospitalar,
    tanto no que se refere às contas hospitalares, quanto aos honorários de seus médicos assistentes.
  • No momento em que receber sua nota fiscal, conferir todos os dados nela informados 
  • Responsabilizar-se quando da recusa em receber tratamento ou seguir orientações da equipe assistencial. 
  • Respeitar a proibição de fumar nas dependências do Hospital CDOP, o que é extensivo aos seus acompanhantes, conforme a legislação vigente.
  • Solicitar que os seus acompanhantes contribuam para o bem-estar de todos nas dependências do Hospital CDOP,  atendendo e respeitando a proibição de ruídos e de uso de fumo e derivados do tabaco e bebidas alcoólicas, colaborando com a segurança e limpeza do ambiente. 
  • Zelar por seu patrimônio particular, sem responsabilizar o Hospital CDOP por eventuais perdas.
  • Zelar e solicitar que os seus acompanhantes também zelem pelas propriedades do Hospital CDOP colocadas à sua disposição para o conforto e tratamento. 
  • Respeitar as normas referente a proteção de dados pessoais.
 

Proibições

  • É proibido fazer gestos ou utilizar-se de palavras impróprias à moralidade;
  • É proibido escrever, rabiscar ou colocar cartazes não autorizados nas paredes e mobiliários do Hospital;
  • É expressamente proibido a realização de exame de angiofluoresceínografia sem a presença de acompanhante. Este deverá estar presente desde a chegada no Hospital CDOP, caso não esteja presente o exame será reagendado;
  • Não é permitido, promover vendas, ações de tumulto, desordem, uso de aparelhos de som, instrumentos musicais, perturbação do silêncio, briga e desacatos a qualquer profissional ou paciente no recinto, mesmo que as partes envolvidas sejam parentes, ambas serão convidadas a se retirar do local;
  • Não é permitido fumar nas dependências do Hospital CDOP, mesmo que em escadas, elevadores ou banheiros;
  • É proibido circular nas áreas do Hospital CDOP identificadas como restritas;
  • Não usar o celular para ouvir áudios e vídeos em som alto, na recepção, sala de espera e/ou consultórios;
  • Não jogar lixo no chão;
  • É proibido tirar fotos e/ou fazer vídeos dentro do Hospital CDOP capturando imagens de outras pessoas.

Considerações Finais

Esta Política de Conduta está sujeita a alterações conforme decisão do Hospital CDOP, sem prévio aviso aos titulares, no intuito de promover as melhorias constantes das atividades que regulamentam o funcionamento do Hospital CDOP.