Ptose Palpebral

Existem diversas técnicas para correção da ptose, o cirurgião oftalmologista analisará a técnica mais adequada, dependendo do tipo de ptose que pode ser unilateral ou bilateral, e sua intensidade: leve, moderada ou grave.

A cirurgia é realizada para reposicionar o músculo e assim elevar a pálpebra para a sua posição natural. Quando há indicação a blefaroplastia também pode ser associada a essa técnica para remoção de pele e bolsas de gordura.

Pré-Operatório:

download

– Chegar com 1 hora de antecedência;
– Ir com um acompanhante;
– Levar os resultados dos exames pré-operatórios solicitados pelo oftalmologista;
– Levar os Termos de Esclarecimento, Ciência e Consentimento assinados;
– Caso faça uso de lentes de contato, as mesmas devem ser retiradas conforme orientação médica;
– Não usar maquiagem ou perfume no dia do procedimento.

Na semana da cirurgia, caso esteja gripado, resfriado, com febre ou tosse, entre em contato para reagendar a cirurgia.

Pós-operatório:

O Oftalmologista informará sobre:

– Prescrição médica referente ao uso dos colírios, medicamentos, protetores;
– Retorno para avaliação e/ou para retirar do curativo;
– Necessidade de atestado médico;
– Sobre a recuperação visual;
– Cuidados necessários no pós-operatório, como: atividades físicas, atividades do dia-a-dia, dirigir, entre outras.

Em caso de desconforto visual como: dor, ardência, lacrimejamento, secreção entrar em contato com o oftalmologista para dúvidas.

ESTRUTURA DO CDOP

No CDOP utilizamos o O Excimer Laser Schwind Amaris, equipamento de última geração que utiliza pulsos de laser direcionados e precisos. Considerada uma cirurgia rápida, que direcionados e precisos. Considerada uma cirurgia rápida, que apenas alguns segundos. É um procedimento moderno, que proporciona para o paciente Independência total ou parcial no uso dos óculos.

CONTEÚDOS RELACIONADOS